[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=sTmi6OP6RLo&feature=share&list=UUMJfQPWCY6HpDRGwiU6ayIQ[/youtube]
Publicado em REDD+ @pt-br
Nos últimos anos o interesse do governo pelo tema cresceu e se traduziu na adoção de políticas públicas e programas de combate às mudanças climáticas, motivado pelo aumento de atenção da mídia e outros grupos de interesse, incluindo o setor produtivo. Dado relevante foi o anúncio pelo governo de uma meta de redução de emissões de GEE em 2009, no mesmo ano da aprovação da Política Nacional de Mudanças Climáticas pelo Congresso Nacional. Além disso, foi anunciada no final de 2010 a aprovação de decreto presidencial que regulamenta a Lei de Política Nacional de Mudanças Climáticas.
Publicado em Artigos
Por Guy Edwards e Cody Zeger Enquanto o México hospeda a Cúpula dos Líderes do G20 seguido esta semana pela Conferência da Rio +20, no Brasil, as credênciais climáticas  de ambos os países encontram-se sob séria avaliação .  Pouca  cooperação bilateral tem existido entre esses líderes regionais e os lideres globais, sobre mudanças climáticas. No entanto, a cooperação pode ser essencial para se alcançar uma maior ação sobre a mudança climática na América Latina e no exterior.
Quarta, 27 Junho 2012 04:43

Dilma discursa na Rio +20

Publicado em youtube @pt-br
Durban - Em coletiva de imprensa, André Corrêa Lago, embaixador e principal negociador do Brasil na COP 17, afirma que o novo Código Florestal não deve afetar as metas de redução do desmatamento do pais.
Domingo, 04 Dezembro 2011 07:32

Começa a COP 17, em Durban, África do Sul

Começou nesta tarde de segunda-feira as negociações para a redução das emissões de gases estufa na 17ª Conferência das Partes (COP 17) da Convenção das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, em Durban, África do Sul. O objetivo principal dessa reunião é conseguir fazer com que os quase 200 países participantes cheguem a um acordo para limitar o aquecimento global do planeta a 2 graus Celsius.
Por Carlos Henrique Fioravanti* Um estudo da Universidade de Oxford sobre a cobertura jornalística sobre mudanças climáticas em seis países indica que jornais do Brasil, França, Índia e China têm dado menos espaço aos céticos das mudanças climáticas que a imprensa no Reino Unido e nos Estados Unidos.
Por Ana Karine Pereira* A usina de Belo Monte será construída na bacia do rio Xingu, no estado do Pará. O Xingu é um dos principais afluentes do rio Amazonas e é onde se encontra 14% do potencial hidrelétrico do Brasil. Mais especificamente, o barramento ocorrerá na Volta Grande do Xingu, onde existe uma queda de 96 metros. Belo Monte se localizará próxima a Altamira e da rodovia Transamazônica, numa região caracterizada pela existência de floresta nativa, pecuária e agricultura (Sousa & Reid, 2010).
Página 1 de 2